| Seja bem-vindo! Hoje é
 
 

Warning: simplexml_load_file(http://www.acidigital.com/podcast/santo.xml) [function.simplexml-load-file]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/catedralchapeco/www/index.php on line 107

Warning: simplexml_load_file() [function.simplexml-load-file]: I/O warning : failed to load external entity "http://www.acidigital.com/podcast/santo.xml" in /home/catedralchapeco/www/index.php on line 107

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/catedralchapeco/www/index.php on line 108
Acompanhe o santo do dia
Fonte: Católico.org
 
 
 
Home
Pároco
Atendimento na Paróquia
Estudos litúrgicos
Curiosidades
Catedral Sto Antônio
Pastorais
Regiões Pastorais
Padroeiro
Orientações Pastorais
Orações
Estudos e Reflexões
Espaço Litúrgico
Mensagens
Folheto Litúrgico
Contato
 
. : Catedral Santo Antônio :.
Leitura orante da Bíblia

Frei Luiz Turra, OFMCap

No coração da revelação bíblica não está uma verdade abstrata, mas um Deus que fala, que se comunica, chama ao diálogo. “Os ídolos têm boca, mas não falam” (Sl 115,13).  Deus fala de um modo e depois do outro, e não prestamos atenção” (Jó 33,14). Cada um de nós é interlocutor de Deus. Ele fala ao coração. Nós somos capazes de escuta, acolhida e resposta. Deus se torna nosso confidente. A Leitura Orante visa desenvolver essa relação amorosa de escuta à vontade de Deus revelada.

O Documento de Aparecida vem com nova motivação nos repropor este método tão antigo e sempre novo da Lectio Divina. Também o documento de preparação (Lineamenta) do próximo Sínodo dos Bispos sobre “A Palavra de Deus na vida e missão da Igreja”, lembra as palavras de João Paulo II: “É necessário que a escuta da Palavra de Deus se torne um encontro vital, na antiga e sempre válida tradição da Lectio Divina, que permite colher no texto bíblico a Palavra viva que interpela, orienta e plasma a existência”. Quatro passos vão nos ajudando neste encontro progressivo:

a)   Leitura (lectio): O que nos diz o texto ? – Preciso começar respeitando o texto, sem forçar que ele me diga o que eu quero que diga. Ler com calma e atenção, sublinhando as palavras-chave, as ações, os verbos, os sujeitos. É bom observar os personagens, as imagens e as ações principais. Onde e quando se situa o relato? Que mensagem o texto queria passar aos ouvintes quando foi escrito? Entender, situar e respeitar a objetividade...

b)  Meditação (meditatio): O que o texto diz para mim, para nós ? – É aqui que se busca aproximar a Palavra de Deus com a vida. Fico atento aos apelos, valores, atitudes, sentimentos que a leitura desperta. Confronto a mensagem com as situações de hoje e procuro iluminar essa história com a luz da Palavra. Algumas perguntas podem ajudar: Que situações de minha vida têm semelhança com as descritas no texto? Com que personagem me identifico? Quais são as reações diante do que Jesus fala, é e faz? Que apelo eu escuto e acolho da palavra ouvida?

c)  Oração (oratio): O que esse encontro da palavra com a vida me leva a dizer a Deus ? – O que foi visto, ouvido, refletido, torna-se assunto de comunicação com Deus: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. A meditação se transforma em oração, na qual manifesto a Deus, como um amigo com seu amigo, como o servo com seu Senhor. Louvo, agradeço, peço perdão e ajuda, adoro e suplico. Falo com Deus sobre o que se passa comigo e sobre o que desejo dele. Mais do que falar, procuro escutar, estar em sintonia com Ele na dinâmica da Aliança.

d)  Contemplação (contemplatio):  Para além das palavras e da razão – A contemplação tem caráter pessoal;  nela procuro ir além do texto e chegar à presença do Senhor, que está atrás e dentro de cada página da Escritura. Deixo-me envolver pelo amor do Pai, a consolação do Espírito e a intimidade do Filho. A atitude receptiva é que deve prevalecer.

Diz O Cardeal Martini:  “Aos poucos, a oração deixa de ser exercício da mente para tornar-se louvor, silêncio, diante daquele que nos foi revelado, que nos fala como amigo, como médico, como Salvador”. Deixo-me envolver pela presença de Deus. Deixo-me amar por Ele. Olho para Deus, amando-o. Contemplação é também perceber a presença de Deus nos acontecimentos, na história, nos outros e em tudo. Ela desenvolve em nós um novo olhar, um novo sentir, um novo modo de agir e reagir, um novo modo de perceber o mundo, as pessoas e a nós mesmos.

N/B. A Leitura Orante pode ser uma experiência pessoal. Porém, torna-se muito mais enriquecedora quando for um exercício comunitário.


Perguntas para reflexão pessoal e em grupos:

1.   Você já participou de uma experiência de leitura Orante da Bíblia? Se participou, o que sentiu ?
2.  É possível adquirir bons hábitos sem fazer exercícios constantes?
3.  Você acha que o progresso dos meios de comunicação é suficiente para educar a comunicação entre as pessoas? Em que a Palavra de Deus pode ajudar?



© 2007/2008 Catedral Santo Antônio Chapecó.  Todos os direitos reservados. | créditos |