| Seja bem-vindo! Hoje é
 
 

Warning: simplexml_load_file(http://www.acidigital.com/podcast/santo.xml) [function.simplexml-load-file]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/catedralchapeco/www/index.php on line 107

Warning: simplexml_load_file() [function.simplexml-load-file]: I/O warning : failed to load external entity "http://www.acidigital.com/podcast/santo.xml" in /home/catedralchapeco/www/index.php on line 107

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/catedralchapeco/www/index.php on line 108
Acompanhe o santo do dia
Fonte: Católico.org
 
 
 
Home
Pároco
Atendimento na Paróquia
Estudos litúrgicos
Curiosidades
Catedral Sto Antônio
Pastorais
Regiões Pastorais
Padroeiro
Orientações Pastorais
Orações
Estudos e Reflexões
Espaço Litúrgico
Mensagens
Folheto Litúrgico
Contato
 
. : Catedral Santo Antônio :.
A Liturgia no Tempo da Quaresma (I)

Ir. Veronice Fernandes, pddm

 

Estamos iniciando um novo tempo. É um tempo que nos direciona para a Páscoa. “A liturgia quaresmal prepara para a celebração do mistério pascal tanto dos catecúmenos, fazendo-os passar pelos diversos degraus da iniciação cristã, como dos fiéis, que recordam o próprio Batismo e fazem penitência.”[1]

A Quaresma faz memória do Cristo, em seus quarenta dias pelo deserto, revivendo, na própria experiência, os quarenta anos do povo de Deus também no deserto. Com ele subimos a Jerusalém, percorremos o caminho da cruz, passamos pela morte até chegarmos à nova vida, dom do Pai, pelo Espírito.

A Quaresma é o “tempo favorável” para a redescoberta e o aprofundamento do autêntico discípulo de Cristo. É espaço para um novo nascimento. Neste tempo, somos chamados a assumir a penitência como método de conversão e unificação interior, como caminho pessoal e comunitário de libertação pascal. É necessário fazer da Quaresma um momento propício para a avaliação de nossas opções de vida e linhas de trabalho, para corrigir os erros e aprofundar a dimensão ética da fé, abrindo-nos aos outros e realizando ações concretas de solidariedade. É tempo forte de escuta da Palavra, pois através dela vamos conhecer os desejos de Deus e praticar a sua vontade.

A Quaresma é tempo de renovação espiritual, uma espécie de retiro pascal estruturado no trinômio: oração, jejum e esmola (solidariedade, misericórdia). “O que a oração pede, o jejum alcança e a misericórdia recebe. Oração, misericórdia, jejum: três coisas que são uma só e se vivificam reciprocamente” (Pedro Crisólogo, século IV).

O jejum, como disciplina que conduz à liberdade; a oração, sinal do nosso desejo de Deus e da unificação do coração; a esmola traduzida em solidariedade. Este ano, num mutirão fraternal, somos provocados a defender a vida. Uniremos não só nossas vozes, mas também nossas forças, energias, ações e iniciativas, na escolha da vida, transformando a nossa fé em caridade.

Trilharemos esse caminho, como discípulos(as) missionários(as) fiéis, seguindo os passos de Jesus. Este vence as tentações do diabo, nos revela, mediante a transfiguração, que pela paixão e cruz chegará à glória da ressurreição e nos ensina a repensar o sim pessoal da fé num encontro profundo com ele, a exemplo da mulher samaritana, que recebe dele a salvação, do cego de nascença, que começa a ver, e do amigo Lázaro, que é ressuscitado.

 

 

 

 

 

Perguntas para reflexão pessoal e em grupos:

 

1. Como o povo em geral entende o             “tempo da quaresma”?

2. Qual o sentido teológico e espiritual próprio deste tempo?

3. Como nossa equipe de liturgia pode viver intensamente este tempo?

4. Qual a ligação da Quaresma com a Campanha da Fraternidade?

 

 

 



[1]     Normas universais do Ano Litúrgico e do Calendário Romano Geral, n. 27.



© 2007/2008 Catedral Santo Antônio Chapecó.  Todos os direitos reservados. | créditos |