| Seja bem-vindo! Hoje é
 
 
Acompanhe o santo do dia
Fonte: Católico.org
 
 
 
Home
Pároco
Atendimento na Paróquia
Estudos litúrgicos
Curiosidades
Catedral Sto Antônio
Pastorais
Regiões Pastorais
Padroeiro
Orientações Pastorais
Orações
Estudos e Reflexões
Espaço Litúrgico
Mensagens
Folheto Litúrgico
Contato
 
. : Catedral Santo Antônio :.
Altar

Dom Manoel João Francisco - Bispo Diocesano

'Chegando ao altar, o sacerdote, feita a devida reverência, beija-o e, se for oportuno, incensa-o'(MR 2). Este é um rito cheio de sentido que demonstra nosso respeito e veneração, pois, para nós 'o altar é Cristo'.

Fundamentados na carta aos Hebreus (cf. 13,10), os cristãos, desde sempre, viram no altar 'a imagem do Corpo de Cristo' (Santo Ambrósio). Comentando a passagem do Evangelho de Mateus em que Cristo pergunta aos seus interlocutores o que é mais importante - o dom ou o altar que consagra o dom' (Mt 23,18-19), Santo Agostinho afirma que, por altar, se deve entender o próprio Cristo e, por dom, os louvores, as orações e sacrifícios que oferecemos, já que não são as oferendas que santificam Cristo, mas Cristo que santifica as oferendas.

A reverência ao altar no início da missa não é um rito isolado e único. Pelo contrário, a Igreja presta homenagem ao altar com muitos outros gestos e ritos. O mais importante e solene de todos é o rito de consagração ou dedicação do altar.

Na igreja, o altar deve ocupar 'um lugar que seja de fato o centro para onde espontaneamente se volte a atenção de toda a assembléia dos fiéis' (IGMR 299). Com outras palavras, o altar 'é o centro da ação de graças que se realiza pela Eucaristia' (IGMR 296) ou, como se canta no prefácio de sua dedicação, o altar é 'o lugar privilegiado onde sempre se oferece, no mistério, o sacrifício de Cristo'. Dele 'sobe a Deus o louvor perfeito'. Nele, segundo a expressão de são Paulo, 'se come a ceia do Senhor' (1Co 11,20).

Cristo é um só, por isso, em nossas igrejas, o altar é um só. Cristo é a pedra viva e angular (1Pd 2,4; Ef 2,20), por isso, embora se possa usar outro material nobre, sólido e esmeradamente trabalhado, seria bom manter o tradicional e significativo costume de se erigir altares de pedra (IGMR 301).

O respeito ao altar se manifesta também na sua ornamentação que deve ser bonita, mas, ao mesmo tempo, discreta e moderada. Não se coloque nada sobre o altar, além das coisas estritamente necessárias para a celebração da missa, ou seja: 'o Evangeliário, do início da celebração até a proclamação do Evangelho; desde a apresentação das oferendas até a purificação dos vasos sagrados, o cálice com a patena, o cibório, se necessário, e, finalmente o corporal, o purificatório, a pala e o missal. Além disso, se disponham de modo discreto os aparelhos que possam ajudar a ampliar a voz do sacerdote. [...]. Haja também sobre o altar ou perto dele uma cruz com a imagem do Cristo crucificado que seja bem visível para o povo reunido. Convém que tal cruz, que serve para recordar aos fiéis a paixão salutar do Senhor, permaneça junto ao altar também fora das celebrações litúrgicas' (IGMR 305-308).


[ clique na imagem para ampliar ]

© 2007/2008 Catedral Santo Antônio Chapecó.  Todos os direitos reservados. | créditos |